Marketing digital para comércio local: como superar a crise da COVID-19

O isolamento social é uma realidade e, sem dúvidas, os pequenos negócios são os mais afetados economicamente. Pensando em como poderíamos ajudá-los nesse momento delicado, decidimos compartilhar algumas dicas de marketing digital para comércio local.

O mundo praticamente parou. Os governos, em geral, incentivam a população a ficar em casa. Lojas, shoppings, parques estão todos fechados. E os empresários?

Estão todos em pânico. Do mais recente ao mais experiente.

De qualquer forma, a gente sabe que os pequenos negócios são ainda mais afetados. Isso porque a base de clientes e a receita é menor além do restrito capital de giro que essas pequenas empresas possuem.

Nesse contexto, o marketing digital pode fazer toda a diferença para superar a crise do COVID-19. E vamos ajudá-lo!

 

Marketing digital para comércios locais: o que você precisa saber

Antes de partir para a parte prática deste artigo, é importante que você entenda algumas coisas sobre o marketing digital.

Isso porque, se você não entender o contexto no qual está inserido, as ferramentas não façam tanto sentido e insights importantes para o resultado final seja ignorado.

Com os negócios fechados e a maior parte da população em casa, o tráfego na internet aumentou. De acordo com a QuestMobile, as pessoas têm passado cerca de 7,3 horas por dia conectados na internet.

De acordo com a NZN Intelligence, em matéria publicada pelo portal Ecommerce Brasil, afirma que 71% dos brasileiros aumentaram as compras online durante o isolamento social.

Esses dados nos confirmam, portanto, que é hora de dar oportunidade ao e-commerce e ao marketing digital como formas de gerar receita após a pandemia.

E como fazer isso concorrendo com grandes empresas que já possuem uma logística concisa e muita reputação no mercado digital?

Uma dessas formas, sem dúvidas, é fortalecendo o comércio local. Para isso, inclusive, foi lançado um movimento chamado #CompredoBairro, iniciativa do Sebrae.

Outras medidas, entretanto, podem ser conferidas a seguir!

Google Meu Negócio: um diamante no marketing digital para comércio local

O Google Meu Negócio é, sem dúvidas, uma das ferramentas gratuitas mais bacanas para divulgar a sua empresa.

Ele é simples, intuitivo e muito eficiente! Após fazer o seu cadastro no Google Meu Negócio, você passa a ser apontado tanto no Google Maps, quanto nas pesquisas. E isso, certamente, aumentará a sua visibilidade.

Para aumentar ainda mais a visibilidade do seu negócio na ferramenta da Google, peça para alguns clientes fazerem suas avaliações no site. Assim, você consegue ainda mais destaque por ali.

Está na hora de criar sua presença online

Não tem jeito, esse momento pede que você utilize as redes sociais.

Por isso, monte suas páginas no Instagram, Facebook e até mesmo no Youtube. Utilize essas ferramentas para divulgar o seu negócio e se conectar com os clientes.

A abordagem, para que essa estratégia dê certo, é fundamental! Por isso, procure se comunicar com seu público de maneira sensível e respeitosa, considerando toda a delicadeza do cenário que estamos vivendo.

Confira, a seguir, algumas dicas de marketing digital para comércio local no Facebook e no Instagram!

Marketing local no Facebook

No Facebook, além de criar a sua página, você pode ter duas estratégias principais: a promoção paga e a utilização de grupos ao seu favor.

O bacana da promoção paga no Facebook é que você pode configurar apenas para uma distância próxima ao seu negócio. Se você tiver uma campanha bem feita, com uma mensagem solidária, as chances de você conquistar clientes irá, sem dúvidas, aumentar.

Se você não conhece, o Facebook está cheio de grupos de bairros, onde as pessoas compartilham seus produtos, negócios e outras informações importantes sobre a região.

Com isso, seria muito legal você criar um post contando a história do seu negócio e se apresentando para os moradores do bairro.

Lembre-se que a abordagem fará toda a diferença. Escolha bem a imagem que você irá utilizar para que ela não seja mal interpretada. Além disso, tenha uma mensagem clara, sensível e que se aproxime do seu público.

Marketing local no Instagram

O Marketing no Instagram também pode conter anúncios pagos direcionados de acordo com a localidade. Mas, além disso, as hashtags também podem ser formas de fazer o seu cliente te encontrar.

Por isso, veja quais são as hashtags mais comuns no seu bairro e como outros negócios estão utilizando essa estratégia. Não tenha medo e se inspire em negócios locais que estão dando certo!

Em ambas as redes sociais, você precisa oferecer conteúdo e valor. Por isso, invista em histórias, compartilhe os conteúdos gerados pelos clientes e foque em um atendimento leve e eficiente.

Quer saber como anunciar no Facebook e no Instagram de maneira eficiente? Então confira nosso artigo com dicas infalíveis. 

A experiência do cliente é o diferencial

Você pode ter um produto incrível, mas se o atendimento não for bom, dificilmente você terá uma base fiel de clientes.

Muitos negócios, durante a quarentena, se reinventaram e se humanizaram. Assim, um post-it com uma mensagem de agradecimento por ter escolhido a marca ou um recado sobre a importância de ficar em casa podem fazer toda a diferença.

Essa é uma forma que algumas empresas têm encontrado de estar mais próximas de seus clientes. E, sem dúvidas, essas mensagens e mimos são como um abraço nesses tempos de isolamento social.

O que não fazer na sua estratégia de marketing digital para comércio local

É claro que você quer e precisa vender. Mas, nesse momento, a melhor estratégia é reduzir um pouco as propagandas – sobretudo as mais vazias e objetivas – e investir em solidariedade.

Você precisa ser muito transparente sobre o seu negócio durante a crise. Os clientes esperam isso da sua marca.

Ao mesmo tempo, tenha muito cuidado com a linguagem. Tenha a responsabilidade de se comunicar com o seu consumidor sem ser alarmista ou sensacionalista. Além disso, compartilhe apenas informações de fontes oficiais e confiáveis.

Evite expressões do tipo “promoção de quarentena”, “liquidação do Covid-19” e outras mensagens insensíveis. Esse é um momento de exercer empatia.

Outra dica importante, por fim, é se manter em constante alerta. Você precisa avaliar e reavaliar o tempo todo tanto as suas estratégias quanto as respostas ou comportamentos do cliente. São esses dados que darão os melhores direcionamentos.

E se você vai começar o seu e-commerce, não deixe de conferir o nosso artigo sobre como vender produtos sem sair de casa.

Qualquer dúvida, conte com a gente. Mesmo longe, estamos conectados.

Rafa M.

Bacharel em Administração de Empresas e redatora.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.